Local: GMT:
Email Palavra-passe  
Esqueceu-se da sua palavra-passe? Novo utilizador? Clique aqui para efectuar o seu registo.

FAQs

 » O que é a terapia online (e-therapy)?


O que é a terapia online, e-therapy, ou terapia através da internet?

É um novo modo de consultar um especialista, recorrendo às novas tecnologias da informação. Isto permite vencer distâncias geográficas impensáveis.

Entre as modalidades mais utilizadas em e-therapy estão serviçosem tempo real de vídeo-conferência, mensagnes instantâneas, chat rooms, grupos de discussão por e-mail ou mensagem para website boards e partilha de ficheiros.

É importante referir que os terapeutas apenas podem providenciar uma pequena ajuda pela Internet. Isto não substitui a experiência única de estabelecimento de uma relação terapêutica face a face. Poderá mesmo não ser considerada «terapia» no sentido tradicional do termo. O facto de não ser estritamente terapia não significa que não possa ser terapêutico.

Existem estudos que apontam para a eficácia da terapia online e que demonstram que permite chegar a clientes que de outro modo não recorreriam a um especialista, apesar da manifesta necessidade. Cerca de 90% dos clientes que trabalham com um terapeuta online relatam ter sido ajudados (www.metanoia.com).

O trabalho com um terapeuta online não pretende substituir a relação face a face. O objectivo é atingir pessoas com necessidade de ajuda que de outro modo não a teriam.

A terapia online é uma oferta de ajuda alternativa viável quando a psicoterapia tradicional não é acessível.

De facto, muitas pessoas não visitarão um terapeuta face a face, por um conjunto alargado de razões, entre as quais, inibição social, incapacidade e/ou impossibilidade física, indisponibilidade de tempo, dificuldades económicas, estigma, etc.

Uma efectiva transformação e crescimento do paciente pode ser adquirida através desta modalidade, quer em processos intermitentes com encontros face a face, quer em exclusivo online.

Garantimos a especialização dos terapeutas em Psicoterapia e as perícias na utilização das ferramentas específicas.

 

 » Quais as vantagens e desvantagens?


VANTAGENS
:

Citamos a título de exemplo:

  • dificuldades em agendar consulta face a face
  • problemas na deslocação, quer pela distancia geográfica, quer outras dificuldades mais ou menos pragmáticas (transportes, horários, orçamento, etc.)
  • doença médica que impossibilite a deslocação a consultório (doença infecciosa, limitação na locomoção, incapacidades transitórias ou permanentes de causa médica)
  • eventual desejo de manter anonimato/ recusa em encontro face a face
  • modo fácil de pedir uma opinião/ aconselhamento sobre doença mental e medicação
  • procurar recomendações sobre doenças mentais
  • poder sentir-se mais livre e confortável online a fazer terapia desde a privacidade de casa
  • preferir escrever a falar, além de que escrever pode ajudar a estruturar sentimentos e emoções.
  • disponibilidade 24 horas
  • pode demorar o tempo que precisar a escrever, além de que pode ler e reler as transcrições de emails ou chats
  • etc.

    A terapia online pode ser um modo confortável e seguro de iniciar/ experimentar uma relação terapêutica com um especialista. Pode ser um processo inicial de uma futura terapia face a face. Está indicada em qualquer situação de sofrimento emocional com ou sem sintomatologia psiquiátrica.


    Como é natural, existem diversas desvantagens, e mesmo situações em que é fortemente desaconselhada.


    DESVANTAGENS:

    A principal desvantagem tem a ver com o empobrecimento dos meios de comunicação não verbal que na comunicação face a face, são um importante veículo de comunicações. Outros modos específicos de comunicação assumem uma particular relevância, tais como o uso de diferentes fontes, ou cores ou a velocidade de escrita, abreviaturas, etc.

    Os terapeutas online não têm acesso a informação importante acerca do paciente. Sessões telefónicas poderão, complementarmente, dar mais informação
    Pode haver malentendidos nos e-mails. Pelo que é importante que os e-mails sejam claros nas questões que colocam. Alguns problemas não podem se resolvidos online.

    A confidencialidade não pode ser totalmente garantida na Internet.

    Este tipo de consulta é desaconselhado em doentes psicóticos, com necessidade de medicação urgente, com condições médicas que necessitem de tratamento imediato, em crise, com ideação suicida e ou homicida, situações de abuso sexual, pedofilia, (nestas situações deverá ligar 112) e menores de 18 anos de idade.  
  •